Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 101 textos. Exibindo página 4 de 11.

16/02/2014 - Feito de você

Sou feito
De cada feito seu
Sou feito
Da sua falta de defeito
Sou feito
De todo jeito seu

Sou feito
Ao seu feitio
Eu coleciono
A sua fome
O seu sono
O seu nome
E tudo que dia respeito
A você

Sou feito
Do seu rosto
Do seu gosto
Do seu peito
Do seu batom
Do seu tom
Da sua pele
E do seu som

Sou feito
Do seu avesso
Do seu direito...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Fel de felina

Entre a dor e o amor
Quando eu me for
E não me achar
Vai se lançar
Ao céu
E verá
Um pedaço de luar
Das nossas luas de mel
Caindo
Se indo
Emergindo
No seu olhar
Manchado de fel.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Felicidade tímida

Ela tinha ares de felicidade
Mas uma felicidade tímida
Não que fosse menor
Era apenas uma felicidade escondida
E não sei por qual medo a escondia.
Ela existia e isso era incontestável
Podia senti-la longe, no seu olhar distante
Podia senti-la perto, nos seus lábios guardados
Seja como fosse, a felicidade acontecia
Por mais que negasse, escondesse, ela existia.
Talvez medo de perdê-la
Talvez a trancafiasse desde sempre
Talvez medo de algum trauma não acontecido...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

29/07/2014 - Festa dos olhos

Hoje é dia de chegar aos seus olhos
De saudar tudo o que eles significam
De reverenciar o que eles me dizem
De maneira tão profunda
Trazendo à tona pólens da alma
Ao espelho da retina
Fazendo com que partículas de sonhos
Faísquem pelos seus olhares

Eu, colecionar dos seus olhares
Ébrio dos coquetéis de suas pupilas
Garimpeiro da sua íris
Equilibrista do seu globo ocular
Vidente dos seus portais indiscretos...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

24/09/2013 - Fica bem

Fica bem
Mesmo sozinha
Meu bem
Fazendo suas coisinhas
Como passarinha
Que se aninha
Por entre pinheiros
Pinhões e pinhas
Fica bem
Meu bem
Pelos quartos
Quintais e cozinhas
Tão sozinha
Quão minha
Esperando eu abrir a porta
Aguardando a minha volta
Guardando a última nota
Das minhas canções
Fica bem
Bem com a linha
Do meu destino
Em suas mãos
Sem mas ou porém.


Comentários Comentários (1)

29/06/2015 - Fica comigo

Ainda sinto seus aromas em minha pele tatuada de remorso
Por não ter lhe prendido, impedido o seu ato de ir-se embora
E agora onde está você lá fora? Está mais além do que posso
Ir. Que tal cê fugir de novo para mim com a certeza mais certa
De que nunca mais vou lhe deixar escapar do meu nó de poeta
Volta, volta, volta e não me solta, eu ainda não fechei a porta
Que dá pra nossa felicidade. Pra que se perder pela cidade
Se sua vontade é a minha vontade de ficar aqui, juntinho,...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Ficantes

Fica
Fica mais um pouco
Eu já volto
Só vou lavar
Meu último sonho
Só vou retocar
Meus erros
Só vou olhar
Os meus escombros
E já volto
Para me dizer inédito.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Figuração

Nada aconteceu
No palácio
Das figurações
Onde os ?tempos?
Não dizem fatos
Para além
Das imaginações...

As muralhas
As escadas
Os salões
São ruínas
Num porta-retrato...
Cavaleiros
Princesas
Magos
São lendas
Que embalam
O sono das crianças
Nos livros
De folhas amareladas...

O medo urge
Medo do que não foi
Do que podia ter sido...
Nossas máscaras
No chão...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Filha

Detrás da porta
Entreaberta
Que nunca fechei
Me olharia
Deserta
Entre bonecas
Batizadas com os nomes
Das mulheres que nunca beijei.

Me olharia
Inocente
E sapeca
E carente
E moleca.

Me olharia
Nas voltas de um retrós
E de repente
Numa ânsia
Corrente
Assumiria
A distância
Morrente
Entre nós.

Me olharia
Afônica
E me julgaria
Toda anacrônica...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/07/2016 - Filha de câncer

Filha de câncer
Emotiva dos pés à cabeça
Carinhosa como ninguém
Protege e pede proteção
E se guia pela intuição

Mística, mágica, encantada
E encantadora por si mesma
É simpática até pelo avesso
E tem uma timidez sem preço
O mistério é o seu endereço

Filha de câncer
Vai fundo nos sentimentos
Romântica, sensível, família
Meiga e doce, céu azul
Com pitadas de tempestade.

Desconfiada e arredia ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   2  3  4  5  6   Seguinte   Ultima