Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 254 textos. Exibindo página 26 de 26.

04/04/2014 - Protegida

Eu não vou cair, eu não vou sair, eu não vou ruir, eu não vou desistir, eu não vou fugir, eu vou ficar em pé, mais e mais forte, para cuidar de você. Nada vai me derrubar. Nada vai me tombar. Nada vai me fazer desmoronar. E vou lhe doar a minha energia, a minha alegria, a minha poesia. Minha fé não me deixa sucumbir. Minha fé no amor, nos planos espirituais, no amanhã não me deixa sucumbir, não me deixa sumir, não me deixa esvair. Eu vou lhe proteger, eu vou lhe bem-dizer, eu vou lhe bem-querer, eu vou lhe bem-escrever por todos os meus dias da minha vida toda. Não tema, pois não há quem possa com tanto sentimento. E eu vibro de paixão. E eu canto de paixão. E eu pulso de paixão. E eu me apaixono mais e mais por você. Sinta o poder de viver o prazer de um amor que cuida e, que defende e que zela pela criatura amada e bela. Eu não acredito no impossível, minha crença é no possível. E é pelo tanto que lhe quero que hei de seguir ora como primeiro cavaleiro do seu reino ora como anjo caído do seu céu, protegendo-a sempre para todo o sempre feliz para sempre.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Prova de amor

Por todo o sempre, hei de lhe amar, adorar-lhe e lhe mostrar que o amor, de fato, existe. Por todo o sempre, hei de cultivar a esperança de tê-la ao meu lado. Por todo o sempre, hei de fazer cumprir este juramento ? amar-te, por mais que me doa a dor da separação. Por todo o sempre, hei de lembrar da tua boca, morada perfeita dos sonhos que eu sempre trouxe em mim. Por todo o sempre, hei de ter em mim a marca dos teus olhos, que de tão doces ferem de contentamento a coisa amada.

Por todo o sempre, hei de pensar em você... a forma como amanheceu? A roupa que veste? Está com vontade de quê?... Por todo o sempre, zelarei por ti a espera de teus cuidados. Por todo o sempre, a cada nascer do sol, hei de me consagrar a você. Por todo o sempre, hei de me perguntar - por quê? Por todo o sempre, hei de me referir a você como o meu amor (e nunca o tempo vai atrofiar esse amor, posto que não tem forças para isso). Por todo o sempre, hei de lhe agradecer (você fez valer, pela primeira vez em minha vida, o meu amor poeta). ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

21/12/2013 - Pura verdade

Era verdade o amor, o beijo e as borboletas. O disse-me-disse do tempo era verdade. A paixão pelo vermelho era verdade, assim como pelo branco, pelo rosa... A série de atos de coragem do cavaleiro pela princesa era verdade A história de seguir uma estrela era verdade. O desejo de se permitir viver à toa era verdade. A saga do espírito das aves em busca de ninhos quentes era verdade. Era verdade o silêncio em verso. O querer ser ficção de verdade na vida real era verdade. O reencontro antes do encontro era verdade. Vida passadas, almas gêmeas e sereias eram pura verdade. A vontade de passar os dias numa fábula era verdade. A lenda da encantadeira de corações era verdade. A viagem ao centro da terra, num fogo nunca dantes documentado, era verdade. A existência do paraíso era verdade. O apocalipse nascido da saudade era verdade. Tudo o que está escrito era verdade que continua até hoje sendo verdade.


Comentar Seja o primeiro a comentar

13/12/2008 - Puxão de orelha real

Diz o dito popular que quem é rei não perde a majestade, mas o cantor Roberto Carlos tem abusado da sorte. Já perdi a conta dos anos em que os fãs do rei têm passado em brancas nuvens. O último álbum completo de inéditas bem longe se vai. E todo ano é a mesma novela. Roberto anuncia no primeiro semestre que vai lançar um disco de músicas inéditas e desmente tudo no segundo. Embora haja todo um clima mítico em torno do rei, isso já cansou.

Neste final de 2008, às vésperas de completar 10 anos da morte de Maria Rita, o cantor nos brinda com um álbum em homenagem a Tom Jobim. Clássicos da bossa nova em duetos com Caetano Veloso. É inegável que o trabalho é bonito e de bom gosto, mas onde está a ousadia que transformou Roberto em rei? Onde está sua parceria com Erasmo? Onde está aquele cantor que, assim como Orlando Silva, alimentava-se das multidões, emplacando um sucesso atrás do outro. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   22  23  24  25  26