Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 254 textos. Exibindo página 1 de 26.

21/04/2017 - Ponto de equilíbrio

Equilíbrio é fundamental. Não se cobre nem espere demais, apenas o necessário. Se no casulo, uma lagarta gastar energias além ou aquém do que for preciso não haverá borboleta. Se você botar mais farinha ou menos leite, o bolo não crescerá. Se você colocar palavras de menos, um texto fica incompleto, se acrescentar palavras demais, o texto fica chato e perde o sentido.

Não podemos ser nem mais nem menos, precisamos ser o necessário em todas as horas e circunstâncias. Se tudo o que existe é energia, estamos o tempo todo dando e recebendo forças. Se damos mais do que recebemos ou se recebemos mais do que damos surge um desequilíbrio e isso causa uma série de distúrbios físicos, emocionais, mentais, espirituais......
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

18/04/2017 - Passe de guardador a soltador

Imagine-se como um armário. Seu corpo é um amontoado de gavetas, prateleiras, divisões, caixas, vitrines e compartimentos secretos. Enxergue-se como um guardador.

Guardador de quê?

Sentimentos e Ressentimentos. Lembranças e esperanças. Medos e segredos. Preocupações e frustrações. Mágoas e águas passadas. Problemas e dilemas. Culpas e desculpas. Vergonhas e peçonhas. Raivas e travas. Amores e temores. Esperas e feras. Crenças e desavenças. Ensejos e desejos. Saudades e vontades. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

04/02/2017 - Podemos nos despedir, não sumir

Eu odeio despedidas. Pode parecer clichê, mas eu odeio. Fazer o quê? Não tem jeito. Por mais que eu tente, não consigo manter todas as pessoas que fazem diferença na minha vida perto de mim. Mas, por mais que você vá, geograficamente falando, para longe, continuará em mim. Afinal, são tantos momentos vividos juntos que vão se repetindo, repetindo, repetindo em tons de eternidade nas minhas memórias. Eu queria que você ficasse, mas não posso pedir isso. Não quero te prender. Quero que seja livre, e seja feliz onde estiver. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/08/2016 - Parada obrigatória

No meu itinerário, você é parada obrigatória. Mesmo que eu queira passar batido, como que esquecido do seu endereço ou da nossa história, eu paro. Paro até sem saber, sem querer, sem poder bem ali nos seus pés. Ali eu choro. Ali faço meus pedidos. Ali me aninho. Posso tomar o caminho que for, sempre paro em você. Não sei o que me acontece, mas é em você que me ancoro, que imploro para ficar. Por você sou barco que deixa o mar, foguete que não quer mais voar, trem que abre mão dos trilhos... Você é o meu desejo platônico de pouso. O lugar onde quero deixar tudo o que tenho de estrada. O ponto ao qual sempre volto. Depois que te conheci, minha vida anda em círculos caindo sempre aos seus pés.


Comentar Seja o primeiro a comentar

05/07/2016 - Pode contar comigo

Pode contar comigo em todas as horas. Para o que precisar, pode contar comigo. Pode abrir o coração, que eu cuido. Pode se jogar, que eu seguro. Pode me ferir, que eu curo. Pode contar comigo para todo e qualquer problema. Pode contar comigo diante do seu dilema. Pode contar comigo que juntos a gente transforma dor em poema. Pode contar comigo ao seu lado. Pode confiar e se entregar. Eu cuido. Eu projeto. Eu amo. Pode contar comigo para cada um dos seus planos. Pode contar comigo para te levar em frente, se precisar até no colo. Pode contar comigo sem qualquer restrição. Pode contar comigo agora, hoje e sempre. Pode contar comigo para te dar força, te dar equilíbrio, te dar paz. Pode contar comigo para abrir a sua estrada e caminhar contigo, independentemente das pedras, das perdas, das quedas. Pode contar comigo para ser seu anjo da guarda. Pode contar comigo ó mulher amada.


Comentários Comentários (1)

03/07/2016 - Pássaro, flor e estrela

Quem tem alma de pássaro quando preso perde as asas, o canto, o viço... questão de tempo para tudo se perder e o pássaro deixar de ser pássaro, o que jamais poderia acontecer.

Quem tem essência de flor quando sufocada perde a beleza, a cor, a razão... questão de tempo para tudo se acabar e a flor deixar de ser flor, o que jamais poderia sequer imaginar.

Quem tem olhos de estrela quando encoberta perde a luz, o céu, a direção... questão de tempo para tempo para tudo implodir e a estrela deixar de ser estrela, o que jamais poderia assim seguir. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

21/06/2016 - Podem me levar tudo, menos você

Podem levar tudo de mim menos o que eu sinto por você. Podem tomar meus olhos que as imagens do seu rosto, do seu corpo, dos nossos momentos, estão todas impregnadas no meu subconsciente, onde encontro você a todo instante. Podem cortar minhas mãos porque o meu amor te toca independentemente dos meus dedos. Podem me tirar as pernas porque mesmo sem elas sou capaz de caminhar ao teu encontro. Podem arrancar minha língua porque meu ser exala um eu te amo atrás do outro. Podem amputar meus braços porque mesmo sem eles continuarei te abraçando, pois se trata de abraço de almas. Podem cortar meus ouvidos pois a tua voz em forma de música ecoa dentro de mim, vibrando em todas as minhas células. Podem cortar a minha cabeça, pois por você há muito tempo já perdi a cabeça. Podem arrancar meus lábios, meus beijos serão para sempre seus. Podem abrir meu peito, mas só encontrarão o vazio... pois meu coração entreguei a você no primeiro instante que te conheci. Podem levar tudo de mim menos o que eu sinto por você.


Comentar Seja o primeiro a comentar

06/06/2016 - Perdoa-me por todo amor que há

Perdoa-me se o amor se tornou maior do que você podia imaginar, mas eu nunca escondi o quanto sempre me fez sonhar grande e te desejar pelos milênios. Perdoa-me se o amor não te dá sossego, mas amor que é amor bole, mexe, arrepia, tira o juízo. Perdoa-me se eu te faço sofrer por não desistir do que eu amo. Perdoa-me se a vida sem você é só um engano. Perdoa-me por eu ter acreditado que nunca sumiria das minhas vistas, pois cego de paixão sempre te vi dentro, dentro de mim, no mais íntimo sentimento. Perdoa-me se te dei espaço demais, tempo demais, tudo demais para me esquecer. Perdoa-me se eu te medi me medindo por você. Perdoa-me se meu amor, meu estranho amor, te contamina. Perdoa-me se mesmo distante tem escutado o meu choro, o meu choro sentido. Perdoa-me se eu ainda não me conformei dos meus braços não serei mais os seus braços, se me é tão difícil viver amputado de você....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

20/05/2016 - Palavras do meu interior

O que eu faço é entregar o que eu tenho de bom. O que eu faço é dar o que eu tenho por dentro de sobra – palavras, palavras, palavras. Ofereço palavras como quem oferece um bombom. Palavras de silêncio e sem som. Palavras que saem de mim como lava. E eu sou um vulcão nada adormecido, posso cochilar, mas não durmo quando o assunto é sonhar, imaginar, amar. Se palavras quiserem, palavras terão. Se palavras me derem, palavras se amarão. Palavras de amor, de saudade, de esperança, de espiritualidade, de lua, de mato, de rio, de mar, de verdade, de paz. Palavras que vem e vão mesmo quando eu não vou. Palavras de quem amou, ama e amará demais em palavras que vão se encontrando, se proliferando e brotando como casais pelo cais, pelos coqueirais, pelos milharais, pelos arraiais que existem em meu inteiro amor, em meu inteiramor, em meu interior.


Comentários Comentários (1)

07/05/2016 - Portas

Quantas portas você deixou abertas? Quantas você ainda pretende fechar? Portas só podem ficar abertas se por elas ainda for passar. Cuidado com portas encostadas, entreabertas, esquecidas porque por elas podem entrar o que você não espera. Quando for passar de uma porta para outra, certifique que a última está fechada, trancada, lacrada. No labirinto da vida, quanto mais portas abertas, mais chances terá de se perder. Você só conseguirá viver o futuro além-porta por inteiro se essa porta que você deixou estiver cumprida como uma espécie de missão, que não pode ser deixada incompleta nem mesmo por um novo coração. Só haverá amanhã se as portas do ontem estiverem fechadas, porque senão tudo se mistura gerando uma involução. Fecha as portas, com a certeza de que você já a cumpriu, e siga em busca de novas portas, pois um rio nunca volta.


Comentar Seja o primeiro a comentar

      1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima