Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 261 textos. Exibindo página 2 de 27.

Sala de estar

A sala de estar estaria de toda escura se não fosse pela penumbra da música de Tom Jobim, Chico Buarque, Caetano Veloso, Elis Regina espalhada num carrossel. Podia ser qualquer um deles, mas, no momento mais precioso da noite, era Tom Jobim. Embora não houvesse porta-retratos na sala, existiam tantas fotografias. Feitas de imagens, cheiros, sons, marcas. E a música continuava falando de amor.

Alguns passos no tapete da sala e os olhos afeitos de uma cachorrinha que parecia saber mais do que supúnhamos. Mais alguns passos e alguns livros certos na hora certa no lugar certo. E incerto, tropeço em Vinícius e Drummond. O amor em notas e em versos....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/11/2014 - Saldo

Eu queria não contar moedas, mas contar estrelas. Eu queria só ter cartões de eu te amo. Eu queria me preocupar apenas com o que diz meu coração. Eu queria perder o sono por uma única causa: brincar de amor. Eu queria que minhas contas fossem as contas dos meus orixás. Que queria um banco de sentimentos. Eu queria ter crédito com deus. Eu queria receber meus sonhos à vista. Eu queria não ter hipotecado minha esperança.


Comentar Seja o primeiro a comentar

02/08/2012 - Salve a malandragem

Salve a malandragem. Salve os malandros e seu amor pela noite, pela música, pelo jogo e pelas mulheres. Salve seu Zé Pilintra, símbolo maior da malandragem. Salve Antônio Pilintra, Maria Pilintra, João Pilintra, Joana Pilintra, Mané Pilintra e Rosa Pilintra. Salve os malandros que estão nos bares, nas subidas de morros, nas festas. Salve os malandros dos cemitérios, das zonas portuárias, das áreas boêmias. Salve suas cantigas populares e a simplicidade de sua linguagem, bem como sua irreverência nas magias e mirongas. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

01/09/2013 - Salve as matas

Salve as matas e graças a deus. Salve as matas virgens e graças a deus. Salve as matas frondosas e graças a deus. Salve as matas verdejantes e graças a deus. Salve as matas fechadas e graças a deus. Salve as matas vivas e graças a deus. Salve as matas benditas e graças a deus. Salve as matas ensolaradas e graças a deus. Salve as matas intocadas e graças a deus. Salve as matas poderosas e graças a deus.

Salve as matas encantadas e graças a deus. Salve as matas astrais e graças a deus. Salve as matas abençoadas e graças a deus. Salve as matas especiais e graças a deus. Salve as matas viçosas e graças a deus. Salve as matas radiantes e graças a deus. Salve as matas enluaradas e graças a deus. Salve as matas férteis e graças a deus. Salve as matas nascentes e graças a deus. Salve as matas abundantes e graças a deus. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

20/10/2014 - Salve as pedras

Precisamos das pedras para que nosso caminho e nossa caminhada tenham algum valor. Precisamos da dor pra provocar dentro de nós o estímulo para nos transformar. De que vale viver sem passar pelo que temos de passar? De que vale sorrir se o sorriso não nos leva a lugar algum? De que vale sofrer sem mudar? De que vale passar por essa vida sem um porquê? Precisamos lutar para sermos melhores do que fomos um dia. Precisamos deixar de incompreensão, de ignorância e de valentia. Nosso caminho é de pesar, mas cabe a cada um a felicidade encontrar. Nada de reclamar das pedras. Saudemos as pedras que nos ajudam a avançar. Salve as pedras que ferindo nossos pés e dificultando nosso caminho nos ajudam a lembrar de nossa humanidade. Salve as pedras e quem diante delas não se medra. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

19/04/2012 - Salve Cacique Seta Branca

Mentalizando Pai Seta Branca, da Corrente Indiana do Espaço, elevo meus sentimentos a todos os índios que habitam e já habitaram essas matas. Salve Deus! Salve Pai Seta Branca, índio formoso, colocado em trono de destaque. Salve Pai Seta Branca, índio de olhos rasgados, que leva um cocar de plumas brancas, pretas nas pontas, na cabeça; colares incas no pescoço e uma lança branca deitada sobre suas mãos. Salve Deus! Salve o cacique que veio do espaço. Salve Pai Seta Branca, Oxalá, São Francisco de Assis e um grande líder da nação Tupinambá. Salve Pai Seta Branca, Sétimo Raio de Jesus. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (3)

02/02/2015 - Salve Iemanjá!

Salve as águas de Iemanjá. Salve os cabelos longos e ondulados de Iemanjá. Salve o azul, todo o azul de Iemanjá. Salve as sereias de Iemanjá. Salve os reinos de Iemanjá. Salve o amor, o verdadeiro amor, de Iemanjá. Salve as energias curadoras de Iemanjá. Salve os mantras de Iemanjá. Salve a corte de Iemanjá. Salve as ondas, as corredeiras, as cachoeiras de Iemanjá. Salve a lua, as estrelas e a seta branca de Iemanjá. Salve a Estrela Candente de Iemanjá. Salve a pureza de Iemanjá. Salve as limpezas de Iemanjá. Salve as elevações de Iemanjá. Salve as lágrimas de Iemanjá. Salve o horizonte de fluidos de Iemanjá. Salve o sol doutrinador de Iemanjá. Salve o povo de Iemanjá.


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/04/2010 - Salve Jorge

Salve Jorge. Salve Jorge, senhor da sétima cavalaria. Salve Jorge, patrono da Catalunha, da Geórgia, da Lituânia e do Rio de Janeiro. Salve Jorge, do cavalo marchador. Salve Jorge, caçador de dragões. Salve Jorge, altar dos cristãos. Salve Jorge, armas e fogo. Salve Jorge, nosso protetor e guia. Salve Jorge, das igrejas e dos terreiros. Salve Jorge, das baladas medievais. Salve Jorge, dragão tatuado no peito. Salve Jorge, cruz de sangue cravada no braço. Salve Jorge, santo e herói. Salve Jorge, dos corintianos. Salve Jorge, de canções e orações de fecha-corpo. Salve Jorge, salve-nos. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/04/2012 - Salve Jorge, Ogunhê Ogum

Hoje é dia do santo guerreiro, do orixá da guerra. Salve o lendário cavaleiro que derrotou o dragão. Salve o ferreiro que funde as nossas vitórias a ferro e fogo. Salve Jorge, Ogunhê Ogum. Salve aquele que compra a causa dos indefesos. Salve aquele que não entra numa peleja para perder. Salve aquele que é tão temido quão amado. Salve aquele que traz na espada tudo o que busca. Salve aquele que se veste de azul escuro. Salve um dos primeiros orixás a vir para a Terra, filho mais velho de Odudua, o fundador de Ifé. Salve o filho de Yembo, primeiro caminho de Iemanjá, irmão de Oxossi e Exu. Salve o santo militar. Salve o santo que salvou a princesa. Salve o santo da lua. Salve o santo da bravura. Salve o orixá das vias de fato. Salve Jorge, Ogunhê Ogum....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

14/11/2014 - Salve meu povo Katshimoshy

Salve meu povo das danças à lua, das noites regadas à fogueira, dos lares no seio da rua... Salve meu povo Katshimoshy. Salve meu povo que enfrentou os lobos, que sangrou nos caninos brancos das matilhas, que derramou a própria vida em busca de fortuna e poder. Salve meu povo de príncipes e rainhas. Salve meu povo que percorreu a Rússia, a Europa Central e a Andaluzia. Salve meu povo Katshimoshy que se arrependeu dos excessos mundanos e evoluiu para outros planos. Salve meu povo feito de luta e magia. Salve meu povo formado por caminhos, ventos, chuvas. Salve meu povo cigano de luz. Salve o povo cigano do Amanhecer. Salve Cigana Andaluza, salve Deus! Salve Cigano Branco do Oriente Maior, Salve Deus! Salve Mãe Calaça, Salve Deus! Salve Mãe Magdala, Salve Deus! Salve Tiãozinho e Justininha, Salve Deus! Salve a cigana Natascha, Salve Deus! Salve o povo da liberdade, do fogo, da paixão, Salve minha herança Katshimoshy.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima